Brincadeira Tarumbeta - Tanzania

 

brincadeira-tarumbeta-TanzaniaPegue 45 fichas feitas de papel (pode ser também grãos ou tampinhas de garrafa pet, etc.).
Antes do jogo, as 45 fichas ficarão dispostas no chão para formarem um triângulo. A linha de baixo tem 9 grãos, a próxima tem 8, a seguinte tem 7, e assim sucessivamente até ficar somente uma ficha. Ao todo são nove linhas (ver figura). Quatro crianças sentam-se ao redor do triângulo. O jogador no topo é o "chefe" ou o árbitro. Dois jogadores sentam-se em cada lado do triângulo e são os removedores. O quarto senta-se na parte inferior do triângulo de costas para o jogo. Ele é o "desafiado". Os removedores se revezam para retirar as fichas (ou os grãos) mais próximas ao seu lado da primeira linha que está sendo esvaziada.

Depois de vazia, a segunda linha é esvaziada e assim sucessivamente. O chefe bate as mãos (ou outro barulho previamente combinado) e o "desafiado" deve gritar o número da ficha, que foi apanhada, sem olhar para o triângulo. No entanto, o desafiante não pode gritar quando a primeiro ficha de cada linha for removido. Ele deve ficar em silêncio.

Exemplo: O removedor Dois retira a ficha 1, que é o mais próximo a ele. O chefe bate palmas, mas o "desafiado" não grita, porque é a primeira ficha da fila. O removedor Três retira o ficha 9. O "chefe" bate palmas e o "desafiado" grita "nove". Em seguida, é removido a ficha 2, o chefe bate palmas e o "desafiante" grita "dois". Isto continua para os grãos 8, 3, 7, 4, 6 e 5. Estes serão retirados até a primeira fila esvaziar. A ficha dez é removida, o chefe bate palmas e o "desafiante" permanece em silêncio, porque é a ficha em primeiro lugar na segunda fila. O "desafiante" grita as fichas 17, 11, 16, 12, 15, 13 e 14. O jogo continua até a ficha 45. Para facilitar, os iniciantes podem começar com 10 pedras.

 

© LAAB 2011 - Ludicidade Africana e Afro-brasileira - UFPA - Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvido por: Cláudio Freitas